“A sala de aula continua sendo o espaço que oferece as possibilidades mais
radicais na academia”, é com este pensamento de bell hooks (2013, p.23) que
tomamos inspiração para o presente curso. Nossa intenção é dar visibilidade as
mulheres que se dedicaram ao exercício filosófico no decorrer da história da filosofia e
instigar na educação básica o uso dos conceitos e teorias desenvolvidos por filósofas,
ampliando o aporte teórico de professores e professoras para além do que é
tradicionalmente abordado conceitualmente em sala de aula. Cientes de todo processo
de invisibilização da mulher na filosofia, compreendemos que a sala de aula, enquanto
lugar de múltiplas potências, é um campo fértil para disseminar o pensamento das
mulheres ao longo da filosofia.
Nessa perspectiva, abordar de modo sistemático o pensamento das filósofas é
uma das formas reconhecer a importância do pensamento filosófico feminino, criando
assim um arcabouço importante para a visibilidade das mulheres na filosofia, seja no
ensino médio ou na universidade. Ao tornar evidente o pensamento produzido por mulheres
tornamos também a filosofia um espelho para outras mulheres. Tal compromisso não é
designado apenas para professoras e pesquisadoras, os professores devem estudar as
pensadoras e ensinar sobre elas, se pretendem uma sociedade justa de fato.

MINISTRANTE

Débora Klippel Fofano

Professora

Possui graduação em Filosofia pela Universidade Estadual do Ceará (2007), mestrado em Filosofia pela Universidade Estadual do Ceará (2011). Atualmente é doutoranda em Educação pela Universidade Federal do Ceará, pesquisando sobre Ideologia e Violência a partir das reflexões de S> Zizek. É professora - Secretaria da Educação Básica do Ceará, palestrante - SESC - Administração Regional do Ceará e professora da Escola Espaço Vida. Articuladora do perfil na rede social Instagram @filosofa.deinterrogacao

Raquel Rodrigues Rocha

Professora

Doutora em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2019), mestre em Filosofia na Universidade Estadual do Ceará(2015), graduada em Filosofia pela Universidade Estadual do Ceará (2012). Pesquisadora do Núcleo de Pesquisa em Filosofia Contemporânea do Programa de Pós-Graduação de Filosofia da UFRJ (NuFFC-PPGF-UFRJ/CNPq) e do Grupo de Estudos Teoria Crítica e Educação (FACED-UFC). Atualmente desenvolve pesquisas na área de Filosofia política, história da filosofia, ética, educação, estética, feminismo e cibercultura. Atua também na área da dança como dançarina do ventre, desenvolvendo pesquisa acerca da dança e o despertar feminino como cuidado de si.

Aula 1: O percurso do feminino na história da filosofia.

Objetivos:

  •  Introduzir a investigação crítica sobre o lugar da mulher na história da filosofia e promover sua visibilidade através do ensino do pensamento produzido por mulheres.
  • Ofertar subsídios filosóficos desenvolvidos durante séculos por mulheres para educadores e educadoras do ensino básico e demais interessados no tema.
  • Promover a cultura de ensino do pensamento das mulheres nas escolas.

 

Aula 2: A filosofia decolonial e o pensamento das filósofas brasileiras


Objetivos:

  • Ofertar subsídios filosóficos desenvolvidos durante séculos por mulheres para educadores e educadoras do ensino básico e demais interessados no tema;
  • Promover a cultura de ensino do pensamento das mulheres nas escolas;
  • Reforçar o debate de gênero e a necessidade de quebrar os paradigmas da educação tradicionalmente eurocêntrica e patriarcal.