APRESENTAÇÃO DO MINICURSO

Objetivo:

Enfocar aspectos teóricos da relação entre a agroecologia e os feminismos, chamando a atenção para as interfaces existentes entre esses movimentos e as dificuldades que existem para a sua plena integração na prática. Discutir conceitos teóricos e históricos que explicam esta realidade e permitem pensar em possíveis superações, reconhecendo as mulheres camponesas e indígenas como sujeitos políticos dessas mudanças.

 

Tópicos a serem abordados:

1. Feminismos e, agroecologia e epistemologia; os desvios antropocêntricos, etnocêntricos e androcêntricos do pensamento ocidental.

2. Conceitos básicos desde uma perspectiva feminista: divisão sexual do trabalho, papéis sociais, estereótipos, identidades, normas e sanções de gênero; patriarcado, interseccionalidade.

3. Feminismo como teoria crítica e como movimento social; ecofeminismos e feminismos não-hegemônicos. 

4. Agroecologia: princípios filosóficos e prática. 

5. Sujeitos políticos e movimentos sociais feministas e agroecológicos.

6. Discussão de casos. Como dar mais relevância à participação das mulheres nos movimentos agroecológicos/ecofeministas?