Este curso tem como propósito evidenciar a importância da produção intelectual de mulheres negras latino-americanas e apresentar a importância dessa produção e o quanto ela fala de nós; conhecimentos e saberes nossos que ajudam a interpretar nossa sociedade. Conhecimentos e saberes considerados como narrativas contra-hegemônicas, pois abrem outras possibilidades para além da produção do norte global. Temas como o racismo, o sexismo, diáspora africana, feminismo negro, feminismo latino americano, a cultura e as artes, o apagamento e o silenciamento atravessarão as aulas. O curso dialoga com a transversalidade, aglutina questões fundamentais que marcam nossos dias, como a vida das mulheres negras e sua incansável luta pela sobrevivência e também pela sobrevivência dos seus, sua família. O curso tem como marca a interseccionalidade. Nesta segunda edição do curso as autoras/intelectuais abordadas serão: LÉLIA GONZALEZ (Karina França), MARA VIVEROS-VIGOYA (Lívia Guimarães), MARIA FIRMINA DOS REIS (Fernanda Miranda), NEUSA SANTOS SOUZA (Wallesandra Souza Rodrigues) e VICTÓRIA SANTA CRUZ (Danielle Almeida).

A aula inaugural será ministrada pela mestranda em Ciências Humanas e Sociais na UFABC, escritora, socialista e poeta, Carolina Iara, dia 12 de abril às 19h, no canal das Pensadoras no youtube.

Coordenadora: Profª Ms. Karina de França Silva Valle

MINISTRANTE

Danielle Almeida

Professora

Cantora artivista antirracista e pela vida das mulheres, mestre em Ciências da Educação pela Universidad de Monterrey (México); especializada em História da África e dos Afro-brasileiros pela UFMG e Casa das Áfricas; Licenciada em Canto pela Universidade Federal de Pelotas. Desde 2002 orienta seus estudos e atuações laborais no campo da presença, manifestações culturais e relações raciais na América Latina e Caribe. Tem atuado junto à sociedade civil, à iniciativa privada e a governos de diferentes países da América Latina, entre as quais destaca os trabalhos com o Museu Nacional de Arte da Bolívia, Centro de Desarrollo ?tnico-CEDET (Peru), Programa de Comunidades Afrodescendientes en América Latina (Thousand Currents, EUA), Akoben Coletiva Afrofeminista (Costa Rica), Facebook América Latina, Netflix, etc.

Fernanda Rodrigues de Miranda

Professora

Professora Adjunta da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA). Autora do livro "Silêncios prEscritos: estudo de romances de autoras negras brasileiras (1859-2006)". Doutora em Letras - área de Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa, pela Universidade de São Paulo (2019). Possui Bacharelado em Letras pela Universidade de São Paulo (2009) e mestrado em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa pela Universidade de São Paulo (2013). Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura Comparada; Literatura de autoria Negra; Literatura de Língua Portuguesa; Cânone e Margens; Mulher e literatura; Literatura e sociedade; Literatura e História; Literatura brasileira; Estudos Decoloniais. Compõe o Conselho Editorial responsável pela publicação da obra completa de Carolina Maria de Jesus pela editora Cia das letras. Sua tese foi premiada com o Prêmio Capes de Teses 2020 na área de Letras e Linguística.

Karina de França Silva Valle

Professora e Coordenadora

Doutoranda em Ciências Humanas e Sociais na Universidade Federal do ABC (UFABC). Integrante do grupo de pesquisa RESISTÊNCIAS: Controle social, memória e interseccionalidades (UFABC), certificado no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq. Mestra em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Dedico-me a pesquisas e a análises que desvendam como se deu a formação sistêmica de opressões, em especial as que combinam o racismo e o sexismo na Sociedade Brasileira. Há 16 anos atuo em instituição cultural, no Centro de Pesquisa e Formação do Sesc SP. Sou docente na Escola As Pensadoras - estruturada virtualmente e tem como objetivo oferecer formação feminista e estudo do pensamento de mulheres. Áreas de interesse: Feminismo Negro, Feminismo Decolonial, Colonialidade do poder e dos gêneros, Relações Raciais, Discursos Midiáticos. E-mail: kfsvalle@gmail.com

Lívia Guimarães

Professora

Doutoranda em Ciências Humanas e Sociais pela UFABC desenvolvendo pesquisa no campo das interseccionalidades, olhando com atenção para os efeitos das representações coloniais sobre os corpos de homens negros. Mestre em Ciências Humanas e Sociais pela mesma universidade. Integrante dos grupos de pesquisa: Resistências - controle social, memória e interseccionalidades e Política, Políticas Públicas e Ação Coletiva, ambos da UFABC e certificados no Diretório de grupos de pesquisa do CNPq.

Wallesandra Souza Rodrigues

Professora

Mestranda em Ciências Humanas e Sociais da Universidade Federal do ABC (UFABC). Cientista Social pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo. Pesquisa o encarceramento de mulheres negras na cidade de São Paulo e as dinâmicas relacionais. Num primeiro momento buscando compreender se as mulheres negras presas identificam sua identidade racial como principal elemento na sua condição de mulher presa e nas relações desenvolvidas no espaço intramuros e como resistem aos conflitos possíveis. O que se tornou uma observação das relações raciais entre mulheres negras presas na cidade de São Paulo. Integrante do grupo de pesquisa RESISTÊNCIAS: controle social, memória e interseccionalidades (UFABC), certificado no Diretório de grupos de pesquisa do CNPq. Áreas de interesse: Controle Social, Colonialismo, Relações Raciais, Feminismo Negro, Feminismo Decolonial, Interseccionalidades. E-mail: wsrodriguess@gmail.com

PLANO DE AULAS

12/4 - Aula Inaugural com Carolina Iara. Mestranda em Ciências Humanas e Sociais na UFABC, escritora, socialista e poeta. 
Mulher intersexo, travesti, positHIVa e negra. CoVereadora da Bancada Feminista do PSOL SP, eleita com 46.267 votos, numa Mandata coletiva de cinco mulheres.

13/4 - Aula 1 - Maria Firmina dos Reis -  Dra Fernanda Rodrigues de Miranda (UNIFESSPA)

Objetivo: Apresentar Maria Firmina dos Reis e sua contribuição como pensadora do Brasil.

20/4 - Aula 2 - Victória Santa Cruz - Ms. Danielle Almeida (UDEM (México)

Objetivo: Apresentar Victoria Santa Cruz e sua contribuição para a afirmação da identidade negra na América Latina e para o pensamento de mulheres negras.

27/4 - Aula 3 -  Lélia Gonzalez - Ms. Karina de França Silva Valle(UFABC)

Objetivo: Apresentar Lélia Gonzalez e sua contribuição como intérprete do Brasil.

04/5 - Aula 4 - Neusa Santos Souza - Mestranda Wallesandra Souza Rodrigues (UFABC)

Objetivo:  Apresentar Neusa Santos Souza e sua contribuição na constituição de um pensamento negro sobre a saúde mental no Brasil e os efeitos do racismo anti-negro na subjetividade de mulheres e homens negros (estudo de caso).

11/5 - Aula 5 - Mara Viveros Vigoya - Ms. Lívia Guimarães (UFABC)

Objetivo:  Apresentar Mara Viveros Vigoya, uma pesquisadora empírica e teórica, que por meio de seu olhar afiado nos convida a dialogar sobre as masculinidades tomando como base o pensamento feminista negro e as epistemologias decoloniais em diálogo com intelectuais negros da diápora.