Termos ambíguos do debate político atual: o pequeno dicionário que você não sabia que existia

Acesse aqui um pequeno dicionário sobre os temas atuais que nos ajudam a compreender melhor alguns termos que fazem parte do nosso dia a dia. Com o título “Termos ambíguos do debate político atual: o pequeno dicionár (…)

As pensadoras publicam artigo no livro da Colección Cuadernos del Centro de Estudios Humanísticos da UANL (México)

A Universidad Autónoma de Nuevo León publicou recentemente o livro "Las Filósofas que nos formaron: Injusticia, retos y posibilidades en la Filosofía", a publicação integra a coleção C (…)

Livro: Artes Feministas, Artivismos e Sul Global

  As professoras Cláudia de Oliveira e Paula Guerra lançaram recentemente o livro “Artes Feministas, Artivismos e Sul Global”.   A obra parte de um diálogo interdisciplinar entre a história da arte, a (…)

Livro Bizitzaren saregileak: redes feministas para agitar las bases de la economía

    Bizitzaren saregileak: redes feministas para agitar las bases de la economía     O Akta Liburua/Libro de Actas “Economia Feminista: redes feministas para agitar las bases de la economia” é o resu (…)

II Encontro da Comunidade d'As Pensadoras:"Comunidade Como Espaço de Esperança"

Olá, Pensadora! Queremos lhe convidar para um evento super especial: o nosso II Encontro da Comunidade d'As Pensadoras!  Acontecerá no dia 12 de março, sábado, das 15h30 às 17h30 (horário de Brasí (…)

Precisamos reconstruir o Brasil e as mulheres farão essa frente!

Precisamos reconstruir o Brasil e as mulheres farão essa frente! #8M #aspensadoras #pelavidadasmulheres #feminismos Rita de Cássia Fraga Machado (UEA/AM/BR) Drica Madeira(UFRJ)     O Brasil está de luto e as mul (…)

"Sempre achei que alcançando os espaços decisórios de poder eu estaria fazendo algo pelo feminismo. Mas hoje eu vejo que essa caminhada só fará sentido se junto comigo eu levar e apoiar outras mulheres. Precisamos romper com o feminismo individualista, branco, elitista e lutar por um movimento com pluralidade de classe e etnia".

Tricia Schaidhauer, Doadora pelo Projeto Sororidade

"Como feminista, de esquerda, antifascista, antirracista, entendo que colaborar com a bolsa é uma oportunidade que tenho para transformar meu discurso em prática. Sair da militância virtual para algo material. Entendo que conhecimento e oportunidades devem ser sempre compartilhados, mas nosso sistema se coloca como um desafio. Enfim, uma nano colaboração, mas que espero seja uma oportunidade bacana para alguém",

Flávia Castelhano, Doadora pelo Projeto Sororidade

"Ter obtido esta bolsa permite que, em um contexto de precarização no qual pessoas migrantes, mulheres e negras que são pesquisadoras e não têm condições financeiras para arcar com os custos das formações independentes, continuemos a nos formar. Assim, a bolsa permite um processo de democratização no acesso ao conhecimento e, de alguma forma, minimiza as desigualdades que nos impedem ou limitam de poder acessar a processos formativos quando não estamos vinculadas a uma instituição como bolsistas ou quando não temos emprego como era meu caso no momento em que participei do sorteio e fui contemplada. Muito obrigada por isso",

Yarlenis Ileinis, Beneficiada pelo Projeto Sororidade